QUER OU NÃO?

Angela Moura


Como todo mundo, você quer brincar,
curtir a vida, experimentar coisas novas...
Conhecer gente legal, fazer bons amigos,
encontrar o emprego ideal, um
grande amor... Ser feliz....

Quem não quer?

De preferência, sem correr risco de se ferir,
ter decepções ou mágoas. Ainda por cima,
com a garantia de não pagar mico
por ser rejeitado, ignorado, traído e
outros-ados-e-idos.

Onde obter essa garantia, se até Deus já
avisou para cada um fazer a sua parte? (rs).
Então, como é que fica?

Alguém falou: querer é fazer.
Mas, apesar da vontade, podemos apresentar
uma montanha de justificativas para não
sair do lugar e permanecer na inércia.

Por que existe uma distância enorme entre
o que planejamos e o que, efetivamente,
conseguimos realizar?

Na maioria das vezes, não é a falta de talento
ou de habilidade que cria os impedimentos.

Quem atrapalha a vida da gente é o pequeno
limite que nos concedemos: a propriedade
reconhecida em cartório pessoal - aquele
território, em que nossos olhos,
conhecimentos ou sentidos alcançam. Como
no mundo animal, o espaço demarcado
por nosso "xixi mental".

Êta, mundinho apertado!

Vamos cair na vida?

VOLTAR

Recomende este site aos  amigos.

 

Imagens: Webshots

Copyrightę 2002 by Angela Moura
Todos os direitos autorais registrados

www.angelamoura.com.br