PAGANDO MICO

Angela Moura

 

Um jovem balconista, muito educado, foi atender o senhor humilde, que acabara de entrar na elegante loja de artigos masculinos onde trabalhava.
O senhor estendeu a mão num cumprimento e começou dizendo, discretamente, ao vendedor:

- Moço, eu queria uma ajudinha para...

O balconista nem deixou o senhor acabar de falar e respondeu:

- Vou ver o que dá pra fazer pelo senhor...

Dirigiu-se apressado à sua mesa, pegou uns trocados na carteira, pediu a colaboração dos colegas da loja e voltou entregando o dinheiro ao pobre velhinho.
Ao contar nas mãos o dinheiro, o senhor foi ficando cada vez mais vermelho e olhando, raivosamente, para o rapaz, falou bem alto para todos ouvirem:

- Cadê o gerente dessa loja? O que é isso? É assim que vocês tratam os clientes por aqui? Esse rapaz não deixa nem a gente terminar de falar. Estou me mudando para a cidade grande e vim pedir ajuda pra comprar roupa nova. Entendeu, agora, rapaz?

Você nem imagina a cara do pobre balconista, quando o cliente fez uma compra enorme e pagou à vista.

E, ainda por cima, os clientes e vendedores, sem qualquer disfarce, não paravam de rir nem tiravam os olhos de cima dele.

 

VOLTAR

 

 

Recomende este site aos  amigos.

 

Imagem: Bluemountain

Copyrightę 2002 by Angela Moura
Todos os direitos autorais registrados

www.angelamoura.com.br